Notícias

Sindi Clube solicita aumento do potencial construtivo dos Clubes

02/09/2021

Em reunião temática com a Secretaria de Urbanismo e Licenciamento do Município de São Paulo, discutindo o Plano Diretor Estratégico da Prefeitura de São Paulo, o Sindi Clube solicitou o aumento do potencial construtivo dos Clubes, que têm índices reduzidos em relação aos demais imóveis na cidade. O intuito não é deixar de preservar as áreas verdes, mas ter mais opções de desenvolvimento das áreas esportivas e sociais.

Com sólida argumentação de que o desenvolvimento econômico e social da cidade gerou um aumento da população e, como consequência, da demanda esportiva, cultural e social, o Sindi Clube ressaltou a necessidade de atender a essa nova demanda e as dificuldades apresentadas devido aos baixos índices de potencial construtivo. Oferecer aos associados uma nova quadra ao ar livre, por exemplo, consome grande parte do potencial construtivo de um Clube.

Os Clubes de Campo têm um potencial construtivo ainda menor, com um índice de 0,4 em relação aos 0,6 dos demais Clubes. Como esses Clubes de Campo foram abraçados pela metrópole, que se desenvolveu ao seu redor, o baixo índice gera transtornos para seu desenvolvimento.

Como contrapartida, o Sindi Clube sugere que a legislação traga mecanismos facilitadores às agremiações, de forma que, por meio da entidade, possam realizar parcerias com Clubes municipais, com o objetivo de fomentar e democratizar o acesso a atividades esportivas à população, aos moldes do projeto Touché.

O Projeto Touché é um programa de sucesso e referência, com aulas de esgrima oferecidas gratuitamente para crianças de 9 a 14 anos no Centro Educacional e Esportivo Edson Arantes do Nascimento (Pelezão), da Prefeitura, uma parceria entre a Secretaria de Esportes e o Sindi Clube-SP, com apoio e realização do Club Athletico Paulistano e Esporte Clube Pinheiros.

TODAS AS NOTÍCIAS